9mm São Paulo

 9mm1

  • Direção: Michael Ruman
  • Período de exibição:10/06/2008 – 26-07-2011
  • Duração: 50 minutos
  • Nº de episódios: 20 episódios

Dirigida por Michael Ruman, a série 9mm: São Paulo mostra o cotidiano de cinco policiais integrantes do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa da Polícia Civil), localizado na cidade de São Paulo. O enredo aborda questões como a influência da vida pessoal dos policiais no combate ao crime, o desvio de conduta e de caráter dos profissionais, bem como as dificuldades de trabalhar em uma das maiores cidades do mundo. A trama também explorar os dramas pessoais dos personagens como, por exemplo, Luiza (Clarissa Kiste) que desconta no trabalho os problemas com sua filha, e acaba complicando sua relação com Dani. 3P (Nicolas Trevijano), é o mais jovem da equipe e, por isso, acaba agindo sempre por impulso e causando problemas. Já Tavares (Marcos Cesana) possui forte personalidade e é orgulhoso. Horácio (Norival Rizzo), por ser o mais velho da equipe, acaba tendo seus métodos questionados pelos colegas além de também possuir problemas pessoais com sua esposa e seu filho usuário de drogas. Eduardo (Luciano Quirino), ocupa o posto de delegado por conta de seu sogro deputado e para evitar má impressão ele procura fazer seu trabalho da melhor forma.

O elenco conta com Norival Rizzo, Luciano Quirino, Clarissa Kiste, Marcos Cesana e Nicolas Trevijano nos papéis principais.

No Plano da Expressão iremos analisar os indicadores: ambientação, caracterização dos personagens, trilha sonora, fotografia e edição.

A delegacia é um dos cenários principais de 9mm: São Paulo. O ambiente é de onde partem as pesquisas e investigações. A série contou também com gravações em vários lugares de São Paulo como, por exemplo, as favelas do Moinho, de Paraisópolis e do Real Parque, a Estação da Luz e o Bairro de Santa Efigênia. Desta forma, a ambientação contribui para a verossimilhança da série, uma vez que retrata lugares típicos de São Paulo e representa o dia-a-dia de policias nas ruas e dentro da delegacia.

9mm29mm39mm4

A série tem como arco narrativo central a vida profissional dos protagonistas, assim a caracterização do elenco é um reflexo direto de suas profissões, neste caso, a de policiais. O figurino era composto de roupas sociais, algumas vezes adicionada de colete a prova de bala quando os personagens saiam às ruas para alguma operação.

9mm5

A trilha sonora de 9mm: São Paulo é composta por músicas instrumentais e se faz presente apenas em cenas de maior ação como, por exemplo, em momentos de perseguição.

A fotografia da série é marcada principalmente pelo uso de tons escuros e acinzentados. Apesar de estar presente, ela não possui nenhuma função narrativa na série, o indicador apenas reforça o gênero policial explorada na atração.

9mm6 9mm7

A série se passa apenas no tempo presente e não possui mais de uma temporalidade. Portanto sua edição se caracteriza como linear, não explorando flashback, flashforward, etc.

No Plano do Conteúdo iremos destacar os seguintes indicadores: intertextualidade, escassez de setas chamativas, efeitos especiais narrativos, recursos de storytelling e transmedia literacy.

A série apresentou intertextualidade no episódio “Nós é polícia” da primeira temporada. Neste capítulo, o delegado Eduardo (Luciano Quirino) recebe a notícia que terá apenas 24 horas para solucionar cada caso novo em sua delegacia. A partir disso o delegado Ricardo Pompeu (Douglas Simon) chama Eduardo (Luciano Quirino) de Jack Bauer em tom de ironia, se referindo ao seriado estadunidense 24 horas,protagonizada pelo ator Kiefer Sutherland. Nesse sentido, a série do canal Fox traça um paralelo com o tempo que Eduardo (Luciano Quirino) teria para resolver seus casos.

A trama de 9mm: São Paulo é norteada por setas chamativas, por se tratar de uma série de investigação o recurso é constantemente usado para facilitar o entendimento do telespectador. Como, por exemplo, no episódio “Eu não vivo disso” Eduardo (Luciano Quirino) recebe os arquivos de Tenente Emílio e o seu conteúdo é apresentado ao telespectador. Algumas cenas depois, o conteúdo dos arquivos é reforçado no momento em que Eduardo (Luciano Quirino) o descreve para o promotor Caio Graco (Alvaro Franco). Dessa forma, o indicador escassez de setas chamativas não foi observado na série.

9mm: São Paulo explora vários clímax em sua narrativa, dessa forma grande parte dos episódios apresenta mais de uma reviravolta. Como, por exemplo, no episódio”Limpeza” em que Tavares (Marcos Cesana) volta ao DHPP, Eduardo (Luciano Quirino) finalmente decide realizar uma visita ao seu pai e um inocente é dado como culpado pelo delegado Ricardo Pompeu (Douglas Simon).Apesar de possuir reviravoltas, a série não apresenta efeitos especiais narrativos, nesse sentido o uso do recurso não é significativo a ponto de fazer com que o espectador reconsidere tudo o que viu até então.

A série apresenta analepses como recursos de storytelling. No episódio “Eu não vivo disso” há uso de flashback quando Eduardo (Luciano Quirino) relembra o assassinato do Tenente Emílio enquanto estuda o caso com o promotor Caio Graco (Alvaro Franco). Outro exemplo é no episódio “Garoto problema” em que 3P (Nicolas Trevijano) relembra a conversa que teve com Felipe na noite de seu assassinato enquanto estava sendo interrogado sobre sua localização no momento da morte de Felipe. Os flashbacks não são acompanhados de indícios estéticos como mudança na fotografia ou mesmo modificações na narrativa.

A série apresentou duas estratégias transmídia, ambas promovidas para o seu lançamento. A primeira promovida pelo canal Fox, consistia em algemar 200 pessoas em postes, ponto de ônibus e placas de trânsito no centro de São Paulo, o que despertou a curiosidade das pessoas que passavam no local e da imprensa.

9mm8 9mm9

A segunda foi realizada no momento em que a série retorna com novos episódios. Promovida pela agência Santa Clara Nitro, a ação tinha como intenção enfatizar o conceito de “A vida por um fio” apresentado pela série. Para isso, um equilibrista atravessou os 125 metros do Vale do Anhangabaú em uma bicicleta a 120 metros de altura. A ação, conseguiu mobilizar uma multidão e passar o conceito do programa de forma literal: a vida por um fio.

As ações dialogam com o conceito de “A vida por um fio”, amplamente abordado na série. Na primeira, o conceito foi abordado de forma mais simples com o intuito de chamar a atenção do público. Considerando que a ação foi realizada antes da série ir ao ar, as algemas e a camisa da série estimulam o telespectador a deduzir a temática policial da série.

 9mm10

Na segunda estratégia, já no retorno da série, o conceito é expresso de forma literal com um ciclista andando em uma corda suspensa a 120 metros de altura. Ambas as ações apresentam o conceito da série, porém não trazem nenhum tipo de aprofundamento ou exploram algum aspecto novo da trama. Consequentemente, o telespectador não é incentivado a realizar correlações ou mesmo ter uma visão mais densa da série. Desta forma, o indicador transmedia literacy não foi identificado em nenhuma das ações de 9mm: São Paulo.

 Por Daiana Sigiliano

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>