Acerto de Contas

ac07.mp4_snapshot_01.06_[2017.09.20_21.25.18]

  • Roteiro: Leonardo Gudel
  • Elenco: Silvio Guindane, Ângelo Paes Leme, Aline Fanju, Stephan Nercessian, Antônio Pitanga e Rafael Logan.
  • Período de exibição: 02/04/2014 – 18/04/2014
  • Horário: 22h30
  • Nº de episódios: 13

Feita em parceria com a RioFilme e a Morena Filmes, a série Acerto de contas foi a primeira produção ficcional policial do canal Multishow. Exibida diariamente entre 2  e 18 de abril de 2012, o seriado foi idealizado por Silvio Guindane, que também interpreta o protagonista Dante. A direção dos 13 episódios roteirizados por Leonardo Gudel ficou a cargo de José Joffilly.

Acompanhando a história de Dante (Silvio Guindane), filho adotivo de Nicolau (Stephan Nercessian), a trama se desenrola no incômodo de Quinho (Ângelo Paes Leme), filho biológico, quanto ao fato do irmão ser o predileto do pai. Quinho então arma um falso sequestro e Dante, inocente, tentar salvá-lo e acaba preso por sete anos. Deixando a prisão, o protagonista quer se vingar dos responsáveis por sua prisão, contudo se depara com uma realidade diferente: o pai perdeu dinheiro e a influência no desmanche de carros, seu irmão Quinho se tornou vereador da cidade e a ex-namorada, Luana (Aline Fanju) se torna esposa do político. Ainda que busque vingança, a lealdade de Dante a família faz com que ele, durante os episódios, seja ludibriado de diversas formas.

Embora se trate de um formato episódico, em todos os episódios acompanhamos o desenvolvimento da macro-narrativa familiar de Nicolau e seus filhos. Contudo, em todas as exibições são promovidas recapitulações da história, dos episódios anteriores e spoilers do próximo episódio, facilitando a compreensão dos arcos que permeiam a série.

No Plano da Expressão desta análise iremos destacar os indicadores: ambientação, caracterização dos personagens, trilha sonora, fotografia e edição. Ambientada na Zona Oeste do Rio de Janeiro, a série buscou retratar a periferia da cidade do ângulo do morador com a representação de casas com construção interrompida, da iluminação pública deficiente, além da presença de bares, mercearias de bairro e a promoção de “churrascos na laje”. A relação entre os cômodos pequenos, a mobília simples e amontoada e a família grande também são reforçam essa construção imagética.

ac01.mp4_snapshot_02.53_[2017.09.20_21.12.20]

A caracterização dos personagens das tramas com formato episódico buscam seguir arquétipos e estereótipos de forma proposital, para que o público compreenda rapidamente seu propósito. Em Acerto de contas, este indicador colabora no contraste do cenário da periferia com zonas mais abastadas cidade, principalmente se analisarmos as diferenças de figurino e maquiagem antes e após a ascensão financeira de Quinho. Por exemplo, a personagem Luana no primeiro episódio tem suas roupas marcadas por decotes sensuais, estampas de animais, shorts curtos e brincos chamativos. Após casar e mudar-se da casa de Nicolau, assume um estilo mais sóbrio e executivo com roupas lisas, saltos, joias e cabelo cacheado, como a própria personagem classifica “uma mulher da Zona Sul”.

ac07.mp4_snapshot_08.24_[2017.09.20_21.18.37]
Demarcando também diferenças de personalidade entre os personagens, demarcando estereótipos de mocinho e vilão, as roupas de Dante durante o primeiro episódio são velhas e simples assim como o seu semblante cansado enquanto Quinho energético e calculista usa camisas sociais e sapatos de couro.

ac01.mp4_snapshot_08.30_[2017.09.20_21.12.53]

A trilha sonora, composta por músicas instrumentais, não tem outra função na narrativa senão demarcar a atmosfera nas cenas de ação e servir como background music para panorâmicas do Rio de Janeiro.

O indicador fotografia segue o estilo naturalista, sem interferência significativa nas cenas com exceção dos flashbacks que são sinalizados com um filtro amarelado, facilitando a assimilação do telespectador.

ac01.mp4_snapshot_01.31_[2017.09.20_21.13.54]

A edição de Acerto de contas seguiu a linearidade da proposta do roteiro. Por abordar a temática policial, foram explorados os closes e a “câmera nervosa” para transmitir tensão. Nesse sentido, a perseguição do ator aliada à tremulação da imagem e os zooms rápidos nas faces dos personagens promovem um incômodo intencional no público contribuindo para o propósito de dinamismo e ação. Outro ponto importante são para as cenas em motos e veículos, onde são adotadas câmeras fixas no capacetes e para-brisas, bastante utilizadas para dar velocidade às sequências. Também foram captadas imagens aéreas da cidade do Rio de Janeiro com drones para situação do público nos cenários.

ac07.mp4_snapshot_14.30_[2017.09.20_21.21.38]

No Plano do Conteúdo, analisamos os seguintes indicadores: intertextualidade, escassez de setas chamativas, efeitos especiais narrativos e recursos de storytelling. Apesar de citar programas e artistas da Rede Globo, como o quadro Lata Velha do Caldeirão do Huck, a intertextualidade em Acerto de contas não contribui para expandir o universo ficcional da série.

ac07.mp4_snapshot_00.27_[2017.09.20_21.16.09]

Pelo seu formato episódico, também mostra uma narrativa de fácil compreensão com diversas setas chamativas que explicam ao público didaticamente situações e perfis dos personagens. Como, por exemplo, a própria abertura onde Dante, o protagonista, narra todo o arco macro-narrativo de sua família e sua trajetória até ser recluso. Situando também no arco que permeia os 13 episódios, são feitos resumos dos episódios anteriores antes do início do exibido bem como procura instigar o telespectador durante a exibição dos créditos dividindo a tela com as próximas cenas.

ac07.mp4_snapshot_01.38_[2017.09.20_21.17.53]

Neste sentido as setas chamativas são usadas constantemente na série, por exemplo, a cena do episódio 7 entre Luana e Velha Guarda, onde a vilã repassa toda a história do personagem e explica sua traição contra ela. O diálogo diminui o esforço analítico para entender já que na cenas posteriores ela afirma aos seus amigos que irá matá-lo.

ac07.mp4_snapshot_08.33_[2017.09.20_21.18.50]

Os efeitos especiais narrativos também não foram identificados nesta produção. A trama define bem os estereótipos dos personagens e o clímax de cada episódio é sempre a ação entre Dante e Quinho, sendo assim, a trama segue linearmente, sem reviravoltas.

No indicador recursos de storytelling, observamos somente a presença de flashbacks na trama. Utilizados em momentos pontuais, boa parte destes flashbacks tem finalidade de rememorar o sequestro que levou Dante à prisão ou sua relação sempre difícil com o irmão. É importante ressaltar que estas analepses sempre são sinalizadas com um filtro amarelado, diferenciando-se do tempo presente da série.

Por Léo Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>