Barbixas

Em_Breves-foto-divulgacao

Barbixas é um canal do YouTube criado em 29 de dezembro de 2007, que conta com esquetes e jogos de improviso inspirados no programa americano Whose Line Is It Anyway?. Publicando vídeos novos todas as terças e quintas, seu conteúdo mescla esquetes de estúdio e apresentações que a Cia. Barbixas de Humor faz em todo o Brasil desde 2008. O espetáculo Improvável, idealizado pelos barbixas Anderson Bizzocchi, Daniel Nascimento, Elidio Sanna e um ator convidado, é um projeto baseado em jogos de improviso feitos ao vivo com a ajuda da plateia. O canal tem hoje a direção geral de Elidio Sanna, um dos integrantes da companhia, e a produção e captação de imagens da TJ Produções.

No Plano da Expressão, são destaques o cenário, a composição gráfica e a vinheta final de cada vídeo. Em todos os oito conteúdos publicados no mês de setembro de 2015, observamos uma padronização estética do canal, ainda que conteúdo e formato entre os vídeos de esquetes e os de improviso sejam diferentes. Nos vídeos de improviso gravados do espetáculo Improvável, o cenário é sempre o mesmo: o show é sempre em um teatro, com cortina azul escura ao fundo, cadeiras e caixas alinhadas também ao fundo, e iluminação focada nos atores. A composição gráfica, nos dois formatos, é sempre a mesma: nos primeiros segundos do vídeo aparece à direita da tela o logo do programa com um espaço amarelo contendo o endereço eletrônico do site dos barbixas, e a palavra “inscreva-se”. Até o final de todos os conteúdos permanece no lado direito inferior da tela o logo característico do canal: um rosto redondo e amarelo, de olhos pretos e sorriso grande, com pequenos pelos abaixo da linha que delineia o rosto, remetendo às barbas que os integrantes do elenco têm no queixo.

Quanto às vinhetas, o canal só preserva as finais, já que todos os vídeos analisados nos levam direto ao conteúdo. As publicações não têm uma média padrão de tempo, mas nota-se que há uma preferência por vídeos mais curtos, de três ou quatro minutos, embora tenha alguns com cinco, seis e até oito minutos. Todos os vídeos com o formato de esquete terminam com blocos retangulares nas cores amarelo, branco e preto subindo na tela em diagonal, e encerrando com o logo do canal no centro. E nos vídeos de improviso, anterior a essa parte da vinheta final, aparecem também vários blocos coloridos que sobem na tela e o nome “Improvável” acima da frase “um jogo provavelmente bom”, no centro.

No Plano do Conteúdo, o indicador de qualidade oportunidade foi o melhor avaliado em todas as emissões. Partindo do conceito de que a oportunidade refere-se, entre outras coisas, à atualidade dos temas, podemos considerar o canal Barbixas um programa atual porque utiliza nos jogos de improviso as sugestões dos espectadores dadas na hora, fruto das vivências, experiências e concepções de cada um, e nos esquetes temas muitas vezes atuais e/ou pertinentes para a sociedade.

Para o indicador de qualidade diversidade de sujeitos representados, somente o vídeo Trem se mostrou razoável. Os demais foram avaliados como “fracos”, pois, apesar de mencionar pessoas de algumas classes distintas da sociedade, fica claro que a preocupação do canal não está na diversidade dos sujeitos que serão representados, mas sim no roteiro que será falado (no caso dos esquetes). No caso dos vídeos de improviso, essa diversidade também não é muito identificada, pois como a plateia que dá o tema para jogos não aparece na tela em momento algum, não tem como saber se ela é diversa, constituída por pessoas de todas as cores, idades, estilos e classes sociais.

Ainda no plano do conteúdo, o indicador de qualidade desconstrução de estereótipos recebeu avaliação fraca em todas as emissões, pois utilizou o estereótipo, nas poucas vezes que apareceu, para a afirmação, e não para a desconstrução. No último indicador de qualidade desse plano, o ampliação do horizonte do público, percebe-se que somente os vídeos do formato esquete foram avaliados, sendo dois deles razoáveis, um, fraco, e outro, muito bom. Em nenhuma das emissões de improviso podemos afirmar que há preocupação em fazer com que os espectadores interajam e reflitam sobre assuntos polêmicos ou contraditórios, pois os temas são pontuais, sugeridos pela plateia e sem maior significação social. A ampliação da visão de mundo do espectador e o estímulo ao pensamento e ao debate de ideias só foi possível, portanto, nos vídeos de esquete, que reforçam a ideia de que com os vídeos de improviso o canal quer apenas que o espectador se divirta e dê risadas, e que com os esquetes o público reflita depois de rir. Veja, a seguir, o gráfico do plano do conteúdo:

barbixas2

Quanto à estética, como já falado, o canal preserva elementos característicos e semelhantes para os dois formatos que apresenta, mas, com relação ao conteúdo e consequentemente às suas qualidades, as diferenças são evidentes. Na Mensagem Audiovisual, por exemplo, os indicadores de qualidade clareza da proposta e solicitação da participação ativa do público foram muito bem avaliados em todos os quatro vídeos de improviso do canal. Uma vez que esse formato só é desenvolvido pela constante participação do público e que um “mestre de cerimônias” explica todos os jogos antes de o mesmo ser iniciado, dá os desafios aos atores e seleciona as sugestões da plateia, a presença desses indicadores torna-se simultânea ao ato da cena. Um exemplo em que esses dois indicadores é identificado está na emissão publicada no dia 3 de setembro de 2015, intitulada Improvável – Frases #37:

MESTRE DE CERIMÔNIA: Dani e José Luiz vão jogar o jogo das frases. Nesse jogo eu vou pedir pra eles tirarem uma frase da caixinha laranja, que tem frases que vocês escreveram lá fora [olha para a plateia]. Cada um tira duas e coloca no bolso por favor. Eles vão improvisar uma cena e a qualquer momento eles vão tirar uma dessas frases, falar e ter que se virar pra fazer essa frase ter sentido na cena. Eu queria que essa galera daqui da direita falasse um objeto pra mim, um objeto comum, qualquer.

ESPECTADOR [grita do fundo]: Castiçal.

MESTRE DE CERIMÔNIA: Castiçal. Muito bem. Valendo!

(Barbixas – episódio Improvável – Frases #37 3/09/2015).

Nos esquetes, a presença do indicador solicitação da participação ativa do público também se faz presente, com boa avaliação em todas as emissões, mas de forma diferenciada. Por ser um formato que exige roteiro, produção e gravação prévios, a participação direta do público, como no improviso, torna-se impossível. No entanto, o indicador é observado na solicitação da participação indireta do público, pois com uma linguagem clara e apropriada ao tema proposto, o espectador se identifica e se aproxima do canal; através das diversas redes sociais a que o canal se dispõe, o público pode deixar comentários e sugestões; e ainda através dos links que aparecem ao final de cada vídeo, que solicita a sua participação e interação através do seu clique para outros conteúdos do canal. Na clareza da proposta, esse formato também foi muito bem avaliado em todas as emissões analisadas, pois o canal deixa bem claro o seu objetivo ao trabalhar um formato diferente do outro: no improviso, o canal quer apenas que o espectador ria, e nos esquetes, quer fazê-lo rir e pensar.

No indicador de qualidade originalidade/criatividade, o Barbixas também foi destaque. Como o programa de TV Quinta Categoria, em nível mundial não podemos dizer que o canal foi inovador, pois, como dito anteriormente, é fruto de um formato já existente e consolidado, o programa americano Whose Line Is It Anyway?. Entretanto, a Cia. Barbixas de Humor foi inovadora no Brasil ao ajudar a popularizar esse formato através das apresentações que faziam nos teatros e da estreia do canal no YouTube, que mais tarde inspirou a criação do programa Quinta Categoria, exibido a partir de março de 2008 no canal MTV. Além de experimental, os Barbixas são também criativos e originais, pois os três comediantes são talentosos e experientes no que fazem, o que fomenta a criação dos jogos e dos esquetes e enriquece a qualidade artística do programa. A seguir, o gráfico da mensagem audiovisual:

barbixas

Objetivando divulgar parte do trabalho desenvolvido pelo projeto Observatório da Qualidade no Audiovisual, da UFJF, com esta análise investigamos o gênero humorístico no canal do YouTube Barbixas. Quanto à experimentação, vimos que o programa foi inovador no Brasil porque ajudou a popularizar os jogos de improviso, formato que, entretanto, não foi possível se unir ao humorismo, uma vez que nele identificamos a comédia predominantemente presente.

Nos esquetes, porém, o humor é identificado por apresentar, nesse formato, ferramentas suficientes para promover a ampliação da visão de mundo do espectador e o estímulo ao pensamento e ao debate de ideias, que são requisitos básicos da representação. Um exemplo está no vídeo publicado no dia 15 de setembro de 2015, chamado Trem, que alerta para a importância de se discutir o pouco uso da malha ferroviária do Brasil e o intenso uso da malha rodoviária, que traz prejuízos imensamente maiores se comparado aos trazidos pela ferroviária.

Por Luma Perobeli

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>