Arquivo da categoria: Publicações

A qualidade na ficção seriada lusófona

Untitled 4

Gabriela Borges
Daiana Sigiliano

Resumo

Este artigo aborda a questão da qualidade discutida em relação à ficção seriada, procurando atualizar os debates anglo-saxão e lusófono que têm sido empreendidos desde os anos 1980. São analisadas as produções Beat Girl (2013) da produtora portuguesa beActive, e Latitutes (2013), do canal TNT no Brasil. As duas produ- ções lusófonas estudadas exploram os universos ficcionais em multiplataformas, a hibridização de linguagens e procuram aprofundar o desenvolvimento do enredo apostando em camadas imersivas que permitem o interesse e o engajamento do público, que tem várias portas de acesso às obras. A qualidade, assim, passa a ser discutida a partir das características intrínsecas às produções, que as diferenciam no mercado lusófono pelos seus modos de produção e distribuição, além da própria narrativa, e promovem a reflexão sobre os novos contornos que os produtos culturais têm adquirido num cenário de convergência de mídias. Palavras-chave: qualidade na televisão; ficção seriada; Latitudes, Beat Girl.

Palavras-chave: qualidade na televisão; ficção seriada; Latitudes, Beat Girl.

Leia o artigo na íntegra: http://www.labcom-ifp.ubi.pt/livro/293

Os Universos Ficcionais Transmídia e a Cultura Participativa – Análise da Complexidade Narrativa de O Rebu e sua Repercussão no Twitter

Untitled 1

Gabriela Borges
Daiana Sigiliano 

Resumo

Este artigo discute aspectos da relação entre a cultura participativa e a criação de universos ficcionais transmídia do remake da novela O Rebu, exibida na Rede Globo em 2014, analisando elementos da complexidade narrativa da novela que foram utilizados pelo público no Twitter. O engajamento do público pode ser visto por meio da criação de perfis fictício de personagens que primam pela produção de conteúdos intertextuais que são postados durante a exibição da novela. Esta forma de engajamento, que denominamos como uma das práticas da social TV, tem crescido exponencialmente nos últimos anos, principalmente em relação às ficções televisivas. Assistir ao episódio e comentar no Facebook e/ou no Twitter tem sido uma das ações mais comuns atualmente. Sendo assim, ressaltamos o diálogo empreendido pelo público que incorpora a complexidade narrativa da novela de tal modo que a subverte, além de expandir o universo ficcional por meio das relações intersemióticas que são empreendidas pelos conteúdos intertextuais criados pelos perfis fictícios de personagens.

Palavras-Chave: Ficção Seriada; Twitter; Social TV; O Rebu

Leia o artigo na íntegra: http://www.socine.org.br/livro/televisao2015.pdf

Television dialogues in Brazilian fiction: between production and consumption

Gabriela Borges

Daiana Sigiliano

Resumo

This work reflects on the relationship between television production and consumption considering the changes that are occurring in participatory culture in Brazil. Regarding production, we focus on the analysis of the narrative and transmediation strategies used by the television network Rede Globo. In terms of consumption, we deepened the discussion about social TV and the dimensions of media competences as proposed by Ferrés (2015). Thus, we seek to discuss the appropriation and re-signification of media contents during the viewers´ interaction while watching a programme in order to perceive their impacts on television production.

Keywords:  Television, Brazil, transmediation, media competences, O Rebu.

Leia o artigo na íntegra: https://academicpublishingplatforms.com/article.php?journal=ATI&number=20&article=2288

O diálogo entre a complexidade narrativa e a social TV no projeto XFRewatch da série The X-File’

download

Daiana Sigiliano
Gabriela Borges

Resumo

Conceituada por Mittell (2012,2015) a complexidade narrativa tem como característica central a alternância entre a fruição episódica e a seriada. Exibida pela emissora Fox, a série The X-Files alterna entre episódios com arco narrativo prolongado, que são focados na mitologia da trama, e episódios isolados, tais como o monstro da semana. Nesse contexto, o objetivo deste artigo é refletir sobre os aspectos da complexidade narrativa presentes nos comentários postados no Twitter durante o XFRewatch. Lançado pelo fã clube The X-Files News, o projeto dialoga com a social TV ao estimular os fãs da série a compartilharem em tempo real suas impressões sobre os episódios no microblogging, resgatando e potencializando a ritualização e a socialização em torno do conteúdo televisivo.

Palavras-chave: complexidade narrativa. social tv. The X-Files.

Leia o artigo na íntegra: https://periodicos.ufsm.br/animus/article/view/23043

 

A Rede Globo no ecossistema da Social TV: uma análise sobre as postagens do perfil @redeglobo no Twitter

image

Daiana Sigiliano
Gabriela Borges

Resumo 

Este artigo pretende discutir os recursos explorados pela Rede Globo para engajar os telespectadores interagentes na Social TV. O fenômeno marca a convergência da experiência televisiva com a arquitetura informacional da social media, em que o público compartilha suas impressões nas redes sociais de maneira síncrona à exibição dos programas na grade de programação. Com o intuito de refletir sobre práticas adotadas pela Rede Globo, no âmbito da Social TV, foi realizado um monitoramento das postagens do perfil da emissora no Twitter durante uma semana. Posteriormente, foram analisadas as publicações a partir de três perspectivas: o uso da hashtag, o fluxo gerado no microblogging e os tipos de conteúdos compartilhados. Conclui-se que apesar irem ao encontro das potencialidades da Social TV, as ações da emissora no Twitter não concretizam uma relação de colaboração e coautoria com o telespectador interagente.

Palavras-chave: Social TV. Televisão. Twitter. Rede Globo. Monitoramento.

Leia o artigo na íntegra: http://seer.ufrgs.br/index.php/intexto/article/view/60315 

Por dentro do Porta: uma análise da qualidade do canal Porta dos Fundos

Monalisa Soares de Lima
Gabriela Borges

Resumo 

Este artigo analisa vídeos do mês de setembro do canal do YouTube ―Porta dos Fundos‖, criado em 2012 e presente desde então na pauta da agenda midiática brasileira. A partir de discussões sobre a qualidade do audiovisual desenvolvidas pelo projeto ―Observatório da Qualidade no Audiovisual‖, da UFJF, e com base na metodologia semiótica de análise dos planos da expressão, do conteúdo e a mensagem audiovisual pretendemos estabelecer a discussão sobre a qualidade do canal.

Palavras-chave: humor; Porta dos Fundos; qualidade do audiovisual; YouTube

Leia o artigo na íntegra: http://www.ufjf.br/facom/files/2016/06/ANAIS-ERECOM-2015.pdf

A diversidade sexual e de gênero a serviço do humor: uma análise do Canal das Bee no YouTube

Luma Perobeli
Gabriela Borges

Resumo

Este estudo tem como objetivo fomentar a discussão da qualidade do humor no audiovisual brasileiro a partir da análise do canal do YouTube Canal das Bee. Com base na metodologia semiótica da análise dos planos da expressão, do conteúdo e a mensagem audiovisual definidos pelo projeto Observatório da Qualidade no Audiovisual, da UFJF, pretende-se analisar o conteúdo publicado no mês de setembro de 2015, que foi um dos 19 selecionados para caracterizar o humor brasileiro da internet. Tendo como foco a curadoria de conteúdos audiovisuais, tanto da internet quanto da televisão, o Observatório expõe parte dos seus resultados através deste artigo e questiona se o canal aqui analisado apresenta ou não características de um produto de qualidade.

Palavras-chave: Canal das Bee; Observatório da Qualidade; Audiovisual; Humor; YouTube.

Leia o artigo na íntegra: http://www.ufjf.br/facom/files/2016/06/ANAIS-ERECOM-2015.pdf

O DIÁLOGO ENTRE A COMPLEXIDADE NARRATIVA E A SOCIAL TV NO PROJETO XFREWATCH DA SÉRIE THE X-FILES

download (1)

Daiana Sigiliano
Gabriela Borges 

Resumo

Conceituada por Mittell (2012,2015) a complexidade narrativa tem como característica central a alternância entre a fruição episódica e a seriada. O modelo de storytelling teve início em 1990 e se estende até hoje, abrangendo os canais estadunidenses abertos e segmentados. Exibida pela emissora Fox, a série The XFiles alterna entre episódios com arco narrativo prolongado, que são focados na mitologia da trama, e episódios isolados, tais como o monstro da semana. Nesse contexto, o objetivo deste artigo é refletir sobre os aspectos da complexidade narrativa presentes nos comentários postados no Twitter durante o XFRewatch. Lançado pelo fã clube The X-Files News, o projeto dialoga com a Social TV ao estimular os fãs da série a compartilharem em tempo real suas impressões sobre os episódios no microblogging, resgatando e potencializando a ritualização e a socialização em torno do conteúdo televisivo.

Palavras-Chave: Complexidade Narrativa. Social TV. The X-Files.

Leia o artigo na íntegra: http://www.compos.org.br/biblioteca/odi%C3%81logoentreacomplexidadenarrativaeasocialtvnoprojetoxfrewatchdas%C3%89riethex-files_3392.pdf

O improviso no audiovisual brasileiro: uma análise dos programas Quinta Categoria e Barbixas

Luma Perobeli,
Gabriela Borges

Resumo

Este estudo discute a qualidade no audiovisual brasileiro a partir da análise do programa Quinta Categoria, exibido pela MTV Brasil de 2008 a 2011, e do canal do YouTube Barbixas, ativo na plataforma desde 2007. Os conteúdos foram analisados a partir da definição dos parâmetros de qualidade definidos pelo Observatório da Qualidade no Audiovisual, da UFJF, tais como os modos de representação e a experimentação. Com os conceitos de Pirandello (1996), Bergson (1983) e Mepham (1990) distinguimos humor e comédia, definimos humor de qualidade, e analisamos as diferenças e similaridades entre o Quinta Categoria e o Barbixas, que têm por base o improviso.

Palavras-chave: Quinta Categoria; Barbixas; humor de qualidade; comédia; improviso.

Leia o artigo na íntegra:   O improviso no audiovisual brasileiro: uma análise dos programas Quinta Categoria e Barbixas

Ficção de Qualidade

Ficção de Qualidade

Gabriela Borges
Luma Perobelli

Palavras-chave: Qualidade, humor, ficção, TV brasileira

Leia, na íntegra, o trabalho “Ficção de Qualidade: o amor e o humor na TV brasileira” escrito pela orientadora do projeto “Humor e Qualidade no Audiovisual Brasileiro”, Gabriela Borges, e pela bolsista de iniciação científica Luma Perobeli, apresentado no V Encontro Ibero-americano de Narrativas Audiovisuais deste ano.

https://drive.google.com/open?id=0B1FRSHqet9FXdkRhdE5STW9mTjQ