Homer será entrevistado ao vivo pelos telespectadores interagentes

Depois de Grey’s Anatomy (ABC) e Pretty Little Liars (ABC Family) vincularem suas narrativas em tempo real com o Twitter, chegou à vez de The Simpsons (Fox). A trama, atualmente na 27ª temporada, se destaca por sua intertextualidade e ausência de setas chamativas. De acordo com Johnson (2012), as constantes referências a elementos externos ao universo ficcional – tais como filmes, livros, músicas, programa de TV, etc. – e as lacunas narrativas deixadas propositalmente pelos roteiristas estimulam uma leitura atenta do público.

O episódio, ainda sem título definido, será exibido no dia 15 de maio nos Estados Unidos e contará com uma cena ao vivo protagonizada por Homer. A partir de uma tecnologia que permite capturar os movimentos e a voz do personagem em tempo real, o dublador Dan Castellaneta irá comentar os principais acontecimentos do dia e interagir com os telespectadores no Twitter.

Para participar da ação o público deverá enviar suas perguntas pelo microbbloging com a indexação #HomerLive. Segundo o Al Jean, um dos produtores de The Simpsons, os telespectadores farão uma espécie de entrevista com Homer pela rede social . Por conta do fuso horário, a cena ao vivo será realizada duas vezes, uma para a costa leste e outra para a oeste.

Essa não é a primeira vez que um personagem interage com o público durante a exibição de um episódio. As séries Grey’s Anatomy e Pretty Little Liars fizeram ações semelhantes em 2011 e 2013, respectivamente. No episódio Don’t Deceive Me (Please Don’t Go), exibido em 3 de fevereiro de 2011, a personagem Miranda Bailey comentava os acontecimentos da trama em tempo real no Twitter. As cenas mostravam a médica postando na rede social e ao acessar o seu perfil (@DrBaileyGSM), criado exclusivamente para o episódio, o público podia acompanhar as mensagens.

Captura de tela 2016-02-22 15.17.13

Durante a exibição de She’s Better Now, exibido no dia 8 de janeiro de 2013, a ABC Family também fundiu a narrativa da série com o Twitter. À medida que a trama ia ao ar a personagem Mona Vanderwaal postava pistas em seu perfil @MonaVanderwaal. Os fãs tinham que juntar as peças da charada para desbloquear um vídeo inédito, com imagens que ajudam a desvendar alguns segredos de Pretty Little Liars.

Essas ações de Social TV, não só aprofundam o universo ficcional das séries como também estimulam o appointment television. Nesse sentido, o público pode até optar por assistir o programa no horário que lhe for mais conveniente, mas perderá a oportunidade de interagir com a trama.

Referências:

JOHNSON, Steven. Tudo que é ruim é bom para você: como os games e a TV nos tornam mais inteligentes. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

SIGILIANO, Daiana. Social TV: o ciber-watercooler de Pretty Little Liars e The Voice. 2014. 97f. Monografia (Especialização em Jornalismo Multiplataforma – Faculdade de Comunicação Social – Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF, Juiz de Fora, 2014.

Por Daiana Sigiliano

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>