Mister Brau

mister1

  • Criação: Jorge Furtado
  • Roteiro Final: Adriana Falcão
  • Elenco: Lázaro Ramos, Taís Araújo, Fernanda de Freitas,George Sauma, Luís Miranda,Kiko Mascarenhas, Cláudia Missura, Marcelo Flores, Leonardo Lima, Brunna Oliveira, Sérgio​ Rufino, entre outros.
  • Período de exibição: 22/09/2015 a (ainda no ar)
  • Horário: 22h30
  • Nº de episódios: 45 (ainda no ar)

Criada por Jorge Furtado a série Mister Brau é protagonizada por Lázaro Ramos e Taís Araújo. Na trama os atores interpretam Mr. Brau e Michele, de origem humilde o casal se muda para um condomínio de luxo e tem que lidar com os novos vizinhos, Henrique (George Sauma) e Andréia (Fernanda de Freitas). Os episódios, com cerca de 40 minutos, exploram a carreira musical de Mr. Brau (Lázaro Ramos), que conquistou fama internacional com sua música – uma mistura de gêneros que vai de ritmos africanos ao pop, e de sua esposa Michele (Taís Araújo), que dita moda e as regras na relação e na carreira do marido de quem também é empresária e bailarina.

Ao longo das três temporadas a série também aborda questões sociais como, por exemplo, o racismo e a igualdade de gênero. Outro ponto de destaque no programa são as sequências musicais. Além de composições feitas especialmente para a atração, Mr. Brau (Lázaro Ramos) e Michele (Taís Araújo) interpretam sucessos da música popular brasileira.

Como iremos discutir mais adiante, Mister Brau foi composta por várias ações de engajamento. As estratégias tinham o objetivo de aprofundar o universo ficcional e trazer verossimilhança para a carreira de sucesso do protagonista.

Com o roteiro final de Adriana Falcão, o programa da Rede Globo ainda conta com os atores Luís Miranda (Lima), Kiko Mascarenhas (Gomes), Daniel Dantas (Antônio Carlos), Guta Stresser (Maria Augusta), Cláudia Missura (Catarina), Marcelo Flores (Marques), entre outros.

No Plano da Expressão iremos analisar os seguintes indicadores: ambientação, caracterização dos personagens, trilha sonora, fotografia e edição.

A ambientação de Mister Brau não só reforça o universo ficcional da série, mas contribui diretamente para os desdobramentos dos arcos narrativos. Logo no episódio de estréia da trama vemos os protagonistas em sua nova casa e é exatamente a presença dos artistas no condomínio, localizado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, que desencadeia o primeiro conflito da história. O mesmo acontece em vários momentos das três temporadas exibidas pela Rede Globo, ou seja, o lugar onde os protagonistas moram é cenário e ponto de partida para o desenvolvimento dos plots.

A casa de Mr. Brau (Lázaro Ramos) e Michele (Taís Araújo) dialoga com o estilo de vida dos personagens. Os objetos de decoram fazem alusão a musica, a moda e a cultura africana. Apesar de grande parte da trama se passar na mansão dos Brau, podemos observar locações externas. Como, por exemplo, a cidade do Rio de Janeiro e de Salvador. Porém, toda a ambientação da série reforça o cenário da musical no qual os artistas estão imersos.

mister2

A caracterização dos personagens faz alusão músicos nacionais e internacionais como, por exemplo, Carlinhos Brown, Jay Z e Beyonce. As roupas usadas por Mr. Brau (Lázaro Ramos) e Michele (Taís Araújo) são, em sua maioria, compostas por estampas com cores fortes. No caso de Michele (Taís Araújo) os figurinos também dialogam com o posto de fashionista. Vários episódios do programa mostram que a protagonista dita moda e influência várias mulheres. Nesse sentido, o indicador vai ao encontro do universo ficcional da série e ajuda na composição dos personagens.

mister3

Por se tratar de uma série que abordar o cenário musical nacional, a trilha sonora de Mister Brau está presente em vários momentos da trama. Nos episódios é possível acompanhar todo o processo de criação do protagonista, desde a inspiração até suas apresentações em programas de TV. Além de interpretar músicas de outros cantores, Mr. Brau (Lázaro Ramos) tem suas canções autorais.

Criadas especialmente para a atração, as 27 canções dialogam com a trajetória de vida dos protagonistas e contribuem para o desenrolar dos arcos narrativos. Como, por exemplo, no episódio de estréia da primeira temporada, exibido no dia 22 de setembro de 2015. O conflito central da história se dá a partir de uma letra composta por Mr. Brau (Lázaro Ramos).

A fotografia segue o estilo naturalista, em poucos momentos da trama podemos observar o uso de filtros. A variação acontece de modo mais frequente durante as apresentações, shows e clipes dos protagonistas, porém o indicador não interfere diretamente nos desdobramentos narrativos.

mister4

As temporadas de Mister Brau são pautadas por uma edição não-linear. Nesse sentido, os episódios exploram várias temporalidades. Entretanto, as analepses apresentam várias setas chamativas, nesse sentido o público é constantemente lembrando da cronologia das cenas. O indicador se destaca principalmente nos episódios centrado no passado dos protagonistas. Como, por exemplo, no episódio que conta como Mr. Brau (Lázaro Ramos) e Michele (Taís Araújo) se conheceram.

No Plano do Conteúdo iremos analisar os seguintes indicadores: intertextualidade, escassez de setas chamativas, efeitos especiais narrativos, recursos de storytelling e transmedia literacy.

Por retratar o cenário musical, a série Mister Brau apresenta várias referências externas ao universo ficcional. Seja através de participações especiais e/ou nos diálogos dos personagens a trama tenta aproximar a ficção da realidade. Nesse contexto, o indicador contribuí diretamente para a verossimilhança da atração.

mister5Durante as três temporadas vários artistas como, por exemplo, Karol Conka, Elza Soares, Buchecha, Cláudia Leitte e Mumuzinho fizeram participações nos episódios. Dessa forma, apesar de não ser fundamental para a compreensão da história, ao conhecer o trabalho dos artistas os telespectadores tinham uma visão mais aprofundada da atração. Como se Mr. Brau (Lázaro Ramos) e Michele (Taís Araújo) integrassem de fato o cenário musical contemporâneo.

Apesar de imbricar o formato seriado e episódico, isto é, a trama é composta tanto por arcos narrativos isolados quanto por arcos narrativos que atravessam toda a temporada, Mister Brau é norteada por várias setas chamativas. O indicador, que é uma espécie de cartaz narrativo disposto convenientemente para ajudar o público a compreender o que está acontecendo, pode ser observado no perfil dos personagens e nos diálogos. Em vários momentos do programa os roteiristas resgatam as características centrais dos personagens como, por exemplo, Mr. Brau (Lázaro Ramos). Seja através de suas roupas ou da sua expressão corporal o público é constantemente lembrado do jeito extrovertido e atrapalhado do cantor. O mesmo acontece nos diálogos, apesar das tramas não terem desdobramentos muito complexos, o texto retoma os últimos acontecimentos e os motivos do conflito apresentado no episódio.

O indicador efeitos especiais narrativos não foram observados em Mister Brau. Mesmo apresentando reviravoltas e clímax nos episódios em nenhum momento o telespectador é obrigado a reconsiderar tudo o que viu até então.

Os recursos de storytelling foram observados nas analepses e nas sequência fantasiosas da série. Porém, é importante ressaltar que o indicador era apresentado através de setas chamativas. Ou seja, as diferentes temporalidades eram demarcadas com legendas ou efeitos especiais que indicavam claramente a mudança cronológica. A diminuição do esforço cognitivo do público também pode ser observada nas sequências fantasiosas, as cenas apresentam filtros que ressaltam que o plot é fruto da imaginação do personagem.

As ações transmídia desenvolvidas pela Rede Globo para as temporadas de Mister Brau tinham o objetivo de aproximar a ficção da realidade. Isto é, mostram que o protagonista de fato integrava o cenário musical nacional. Antes da estréia dos episódios da primeira temporada, Mr. Brau (Lázaro Ramos) se apresentou em vários programas da emissora como, por exemplo, Fantástico, Altas Horas e Faustão. O protagonista da série de Jorge Furtado era anunciado como um fenômeno da música baiana.

mister6

Essa imbricação entre ficção e realidade também norteou os conteúdos produzidos pela Rede Globo no site da atração e nas redes sociais. Ao acessar o site de Mister Brau era possível conhecer toda a trajetória do cantor, ler reportagens fictícias, acompanhar a agenda de shows, etc. Já as redes sociais Twitter, o Facebook e o Instagram focavam no dia a dia de Brau (Lázaro Ramos).

mister7

A verossimilhança do universo ficcional de Mister Brau foi reforçada por artistas nacionais. Como parte da estratégia transmídia adotada pela Rede Globo, foram lançados vídeos com depoimentos de Ivete Sangalo, Nelson Motta, Carlinhos Brown e Lulu Santos. Os conteúdos, disponibilizados no canal do cantor no You Tube, mostram os entrevistados ressaltando a importância de Brau (Lázaro Ramos) para a música brasileira.

Intitulados ‘EspeciBrau’,exibido em 21 de dezembro de 2016, e ‘Os Brau’, exibido em 9 de abril de 2017, os episódios especiais não abordavam os arcos narrativos do universo ficcional, mas apresentações musicais. Entre os convidados estavam Maiara & Maraisa, Marília Mendonça, Claudia Leitte, Karol Conka, Pablo, Buchecha, Liniker e os Caramelows, entre outros.

mister8Ao explorar distintas linguagens e plataformas as ações transmídia de Mister Brau oferecem ao público novas perspectivas da história. Dessa forma, o indicador transmedia literacy estimula o telespectador a fazer interconexões entre diferentes contextos, em que cada estratégia reforça os arcos narrativos da série. Apesar de não serem fundamentais para a compreensão da trama televisiva, as estratégias ampliam o universo ficcional da série propiciando o entendimento critico do público.

Por Daiana Sigiliano

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>