Observatório da Qualidade no Audiovisual

Paris

Publicada no site Spirit Fanfiction a fanfic Paris é composta por apenas quatro capítulos. A trama tem como arco narrativo principal o reencontro do casal Lica (Manoela Aliperti) e Samantha Giovanna (Grigio) em Paris, na França. Os desdobramentos da história dialogam com as discussões de Jenkins (2012) em relação motivações dos fãs na ampliação e ressignificação do cânone [1]. Na fanfic a autora explora o que o autor conceitua de Potenciais, ou seja, “[…] projeções sobre o que poderia ter acontecido além dos limites da narrativa” (JENKINS, 2012, p. 18). Como iremos destacar mais adiante, a história se passa cerca de cinco anos após a conclusão do Ensino Médio e, consequentemente, o encerramento da temporada Malhação – Viva a Diferença (2017-2018, Rede Globo). Nesse contexto, a autora aborda não só temas que foram explorados no cânone, mas apresenta aos leitores o processo de amadurecimento das personagens, principalmente no âmbito profissional e amoroso.

Criada pela autora hedadanvers, Paris foi postada no dia 29 de dezembro de 2018. A data está relacionada com o início do arco narrativo de Lica (Manoela Aliperti) e Samantha Giovanna (Grigio) na telenovela exibida pela Rede Globo. Segundo as métricas divulgadas pelo Spirit Fanfiction a fanfic integra a lista de Favoritos de 190 perfis e a Lista de Leitura de 52 usuários do site. Como será discutido na análise dos indicadores da competência midiática, proposta por Ferrés e Piscitelli(2015), a sociabilização dos fãs nas plataformas colaborativas propiciam diversas possibilidades de aprendizado. Ao longo da postagem dos quatro capítulos de Paris foram publicados 41 comentários. De modo geral, as impressões dos leitores ressaltavam a qualidade na trama e repercutiam o salto temporal da história.

Entretanto, apesar do feedback dos leitores, a autora hedadanvers não é um usuário ativa no Spirit Fanfiction. Ao acessarmos as seções Favoritos, Fórum, Grupos e Jornais é possível observar que a fã não consome outras narrativas na plataforma nem interagem com os autores. Este ponto fica ainda mais nítido quando comparamos o número de Seguidores e o número de perfis que hedadanvers segue. De acordo com as métricas do Spirit Fanfiction, o perfil da fã é seguido por 47 usuários enquanto a autora segue apenas sete perfis.


No perfil de hedadanvers é possível acessar as outras fanfics desenvolvidas pela fã.

Paris é a terceira fanfic publicada por hedadanvers no Spirit Fanfiction. Ao total a fã produziu cinco histórias para o site, são elas: Química, com nove capítulos, Amores Cotidianos, com quatro capítulos, Paris, com quatro capítulos, e Por Onde For, dois capítulos. Assim como a trama analisada neste projeto, as fanfics Química e Por Onde For também tem como arco narrativo principal as personagens Lica (Manoela Aliperti) e Samantha (Giovanna Grigio) de Malhação – Viva a Diferença. Já Amores Cotidianos tem como ponto de partida um casal que não integrou o cânone, apesar de ser shippado pelo fandom da telenovela e integrar outras fanfics, o romance de Lica (Manoela Aliperti) e Ellen (Heslaine Vieira) não foi desenvolvido na telenovela. A ampliação parte de uma sequência exibida pela Rede Globo entre os dias 12 e 19 de setembro de 2017, quando Lica (Manoela Aliperti) vai visitar a amiga na Brasilândia.

Segundo Recuero (2009), assim como acontece na comunicação face a face, no ecossistema de conectividade os sujeitos midiáticos também buscam recursos de individualização. A autora afirma que nas plataformas digitais e redes sociais a escolha do avatar, a descrição do perfil, as temáticas abordadas nas publicações e a criação do username são as principais maneiras de representação dos interagentes. Ao acessarmos o perfil de hedadanvers no Spirit Fanfiction podemos observar que o shipp Limantha abrange não só a maioria das histórias da fã, mas também a capa e o avatar o seu perfil. A capa é uma captura de tela da cena do primeiro beijo do casal (Manoela Aliperti) e Samantha (Giovanna Grigio), já o avatar é uma foto promocional de Lica, divulgada pela Rede Globo durante o lançamento da atração. De acordo com as informações disponibilizadas pelo Spirit Fanfiction hedadanvers se registrou na plataforma no dia 4 de agosto de 2017, isto é, três meses antes do shipp Limantha ser desenvolvido pela emissora. Nos dados gerais do perfil, hedadanvers afirma que o seu nome é HedaDanvers. O sobrenome faz referência ao universo ficcional Marvel Comics, especificamente a Carol Danvers, uma super-heroína com poderes sobre-humanos. Os itens Sexo, Localização e Aniversário não foram informados pela fã.

Perfil da autora hedadanvers no Spirit Fanfiction

Em Paris podemos observar as seguintes motivações, são elas: sementes, buracos, silêncios e potenciais. Na telenovela Lica (Manuela Aliperti) vai a Paris durante as férias fazer um curso sobre arte e pintura. Porém, o plot não é detalhado no cânone, a personagem apenas cita, em momentos pontuais da trama, como foi a experiência de estudar fora do país e a escola em que o curso foi ministrado. Na fanfic, como iremos discutir ao analisarmos as dimensões da competência midiática, este arco não é só expandido pela fã, como contribui para o desdobramento do futuro profissional de Lica (Manoela Aliperti). Nesse sentido, ao ler a fanfic conhecemos detalhes que não estão presentes na telenovela ou foram citados rapidamente. Isto é, a fã parte de um arco pouco explorado da trama para projetar pontos importantes do perfil psicossocial e profissional da personagem.

Assim como em outras fanfics analisadas neste projeto, Paris também explora o núcleo familiar de Samantha (Giovanna Grigio). O buraco, conforme discutido por Jenkins (2012), não foi desenvolvido no cânone.  Na telenovela os pais da personagem eram citados rapidamente em algumas sequencias, porém eles nunca apareceram efetivamente na história, ficando apenas subentendido. A lacuna deixada na trama foi constantemente discutida entre os fãs nas redes sociais, gerando memes e vídeos crack. Na fanfic de hedadanvers, observamos que os pais de Samantha são responsáveis e/ou estão indiretamente envolvidos em pontos fundamentais da história. Como, por exemplo, a viagem de Samantha a Paris, as dúvidas e inseguranças da personagem em relação ao seu futuro e a decisão de ir para Portugal. Por se tratar de um casal LGBT, que ainda é abordado como tabu na televisão brasileira, e considerando o horário de exibição de Malhação – Viva a Diferença, a sexualidade das personagens não foi discutida de forma aprofundada na atração. Porém, na fanfic aprofunda questões ligadas a sexualidade das adolescentes são abordadas explicitamente. No capítulo dois, por exemplo, grande parte dos arcos detalham o envolvimento sexual das jovens, descrevendo detalhadamente cada ato.

Por fim, é importante ressaltar que toda a trama de Paris se passa após o fechamento do cânone. Isto é, a fanfic se passa cerca de seis anos após o último capítulo da telenovela. Dessa forma, a fã explora questões que ultrapassam os limites do paratexto, projetando o futuro das personagens e ressaltando como os acontecimentos da adolescência, retratados na atração, contribuíram para os desdobramentos profissionais e pessoais.

 

Dimensões da Competência Midiática

 

  • Linguagem

De acordo com Ferrés e Piscitelli (2015, p. 9), a dimensão linguagem da competência midiática se refere à capacidade de interpretar, avaliar, analisar, se expressar e modificar os conteúdos existentes. O âmbito da análise está relacionado com a capacidade de compreender a forma como as mensagens são construídas em diferentes mídias, gerando diferentes produções de sentido, além da capacidade de estabelecer relações entre textos, códigos e mídias. O âmbito da expressão se refere à capacidade que o indivíduo tem de se expressar utilizando diferentes sistemas de representação e estilos em função da situação comunicativa, do conteúdo transmitido e do interlocutor, além da capacidade de modificar os produtos existentes, conferindo-lhes novos significados, como é o caso dos memes, das referências intertextuais e da remixagem, por exemplo.

Em Paris a dimensão da linguagem permeia todos os desdobramentos narrativos da trama. Conforme pontua Jenkins (2012), a fanfic estimula a leitura crítica e criativa. Isto é, este tipo de prática da cultura de fãs parte inicialmente de uma compreensão crítica dos fãs, que analisam e conhecem sistematicamente cada detalhe do universo ficcional. A partir desta densa interpretação os autores identificam lacunas – conceituadas por Jenkins (2012) como motivações. Já a leitura criativa abrange o processo de criação da trama – gênero, temática, arco narrativo, perfil dos personagens, etc. – e distribuição – plataforma escolhida, uso de tags, integração com os leitores, ampliação da história em outras plataformas, etc.

Na fanfic analisada podemos observar como os desdobramentos centrais da história partem dos arcos narrativos do cânone. Nesse sentido, a fã não só amplia a trama, como consegue estabelecer conexões coesas entre a telenovela e sua história, contribuindo para a verossimilhança do conteúdo. Este ponto fica nítido ao analisarmos o perfil de Lica (Manoela Aliperti) e Samantha (Giovanna Griogio) e como o desenvolvimento do arco narrativo das personagens está ligado há pontos específicos do cânone, destacando a capacidade de hedadanvers em interpretar, avaliar, analisar, se expressar e modificar. Por exemplo, na trama, após seis anos do fim do ensino médio – representado no último capítulo de Malhação – Viva a Diferença – Lica (Manoela Aliperti) é uma jovem artista em ascensão que mora em Paris onde faz um estágio em uma famosa galeria de arte.

Lica (Manoela Aliperti) dá detalhes sobre a sua estadia em Paris, durante as férias do ensino médio.

Um dos temas centrais de seu trabalho como fotografa são os refugiados. Apesar de ampliar e ressignificar a trama da telenovela, a fã estabelece elos coerentes com o cânone. Na história da Rede Globo, Lica (Manoela Aliperti) gostava de arte, de fotogravar, foi a Paris fazer um curso de férias e foi voluntária em um campo de refugiados na Alemanha. Dessa forma, hedadanvers pinça pontos que integram a trama e os amplia, fazendo não só uma adaptação para os acontecimentos de sua história, mas atualizando a temporalidade dos fatos.

A dimensão da linguagem também pode ser observada em outros momentos da fanfic. Como, por exemplo, quando a autora cita, mesmo que rapidamente, outros personagens de universo ficcional de Malhação – Viva a Diferença. No capítulo um, intitulado A Chegada, Guto (Bruno Gadiol), que está acompanhando Samantha (Giovanna Grigio) em Paris, fala sobre sua relação com Benê (Daphne Bozaski). O personagem comenta, mesmo que brevemente, os principais motivos do fim do seu namoro com Benê (Daphne Bozaski), estabelecendo uma ligação com as mesmas dificuldades que o casal passou durante a adolescência, retratada na telenovela. Nesse contexto, hedadanvers amplia os acontecimentos do cânone, porém mantém a coerência e os pontos do paratexto.

A autora retoma um momento específico do cânone.

As personagens também fazem referência a acontecimentos do passado e, consequentemente, exibidos na telenovela. Como, por exemplo, a sequência em que Lica (Manoela Aliperti) e Samantha (Giovanna Grigio) tomam um sorvete depois da aula. Na fanfic, no capítulo três, intitulado (inserir o nome), Lica (Manoela Aliperti) chama a namorada para tomar um sorvete, e a jovem diz que “já viu essa cena antes”.

Por fim, a trama estabelece um salto temporal de seis anos após a exibição do último capítulo da telenovela. Dessa forma, a autora atualiza e amplia alguns desdobramentos do cânone, projetando o que poderia ter acontecido com as personagens. Isto é, ao ler a fanfic acompanhamos o processo de amadurecimento de Lica (Manoela Aliperti) e Samantha (Giovanna Grigio), quando as personagens falam de suas inseguranças, seus sonhos profissionais e pessoais, etc. Esta ampliação do cânone ressalta a capacidade de fã em adaptar a trama em um novo contexto, não só relacionado a ambientação, mas ao perfil psicossocial das personagens, isto é, como seriam as personagens, que acompanhamos na adolescência, na fase adulta, já amadurecidas.

 

  • Ideologia e Valores

Segundo Ferrés e Piscitelli (2015, p. 13-14), a dimensão ideologia e valores envolve a capacidade dos internautas de repercutir de forma crítica o modo como as representações midiáticas estruturam nossa percepção da realidade; a habilidade de
detectar, contrastar, buscar e avaliar as intenções e interesses presentes nos conteúdos; a capacidade de analisar criticamente as produções, identificando estereótipos; bem como gerir as próprias emoções, identificando o potencial mecanismo de manipulação das telas. No âmbito da expressão está relacionada com a capacidade de usar as novas mídias para se comprometer como cidadão, além de elaborar e modificar produtos para questionar valores ou estereótipos presentes nas produções midiáticas.

Ao longo da temporada Viva a Diferença os fãs da telenovela repercutiam nas redes sociais o modo como o casal era representado. Segundo os fãs, enquanto os casais heterossexuais trocavam caricias explicitas, o Limantha (acrônico e Lica e Samantha) eram mais pudicas e discretas. Nesse contexto, assim como foi observado em outras análises deste projeto, várias práticas da cultura de fãs como, por exemplo, a fanfic tinha como ponto central o aprofundamento de questões ligadas a sexualidade e a representatividade LGBT. Como pontua Jamisson (2017) no âmbito dos estudos sobre os fãs é recorrente o uso da fanfic para esse aspecto.

No caso de Paris, a representatividade das personagens é abordada a partir do sexo. Isto é, Lica (Manoela Aliperti) e Samantha (Giovanna Grigio) não discutem sobre sua orientação sexual, nem sofrem preconceito por serem bissexuais. Porém, grande parte dos capítulos apresentam cenas que descrevem o sugerem o ato sexual. Ponto este que não foi explicitado na telenovela. Segundo a seção Notas do Autor, a autora tem um relacionamento homoafetivo, o que ressalta a importância da reflexão sobre a representação.

 

  • Estética

O entendimento da importância dos aspectos técnico-expressivos na composição da produção midiática, bem como da própria produção criativa dos fãs em plataformas digitais, está relacionado com a dimensão estética da competência midiática (Ferrés; Piscitelli, 2015). O âmbito da análise envolve a sensibilidade para reconhecer a qualidade estética das produções midiáticas e a capacidade de identificar as categorias estéticas básicas, como a inovação formal e temática, a originalidade e o estilo. O âmbito da expressão está relacionado com a capacidade de produzir mensagens criativas, bem como se apropriar e transformar produções artísticas, visando potencializar a criatividade, a experimentação e a sensibilidade estética.

A dimensão da estética pode ser observada em vários pontos de Paris. No primeiro capítulo, intitulado A Chegada, hedadanvers compartilha o seu processo criativo, destacando que inicialmente a fanfic teria apenas um capítulo, mas que por conta da extensão ela achou melhor dividir em quatro. A fã também sugere que os leitores ouçam a música Paris, da banda FF, enquanto leem a trama. Segundo ela, a história foi inspirada nesta canção e que ajudaria os leitores a entrarem no clima. Outro ponto é a foram como a autora usa recursos de formatação tais como itálico, asteriscos, para delimitar passagem temporais, destacar palavras, etc.

A fanfic materializa a coletividade presente na prática da cultura de fãs (JAMISON, 2017). Para Jamison (2017) dentro da comunidade o leitor da fanfic tem mesma importância que o autor. Segundo a autora, além do anonimato e da velocidade na propagação das fanfics, a internet possibilitou a troca instantânea de conteúdos e impressões sobre as tramas. Em Paris, a autora não só usa as seções Notas do Autor para compartilhar o seu processo criativo e trocar mensagens com os leitores, como também divulga do seu Twitter.

Além da home, os capítulos de Paris também apesentam uma capa. Apesar de não ter intervenções gráficas, a imagem faz referência ao principal arco narrativo do capítulo, ressaltando a capacidade da autora de sistematização e correlação dos elementos da fanfic.

Por Daiana Sigiliano

 

Notas

[1] Segundo Jenkins (2012) é possível identificar pelo menos cinco elementos básicos que motivam a criação de uma fanfic. São eles: sementes, buracos, contradições, silêncios e potenciais.

 

Referências

FERRÉS, J; PISCITELLI, A. Competência midiática: proposta articulada de dimensões e indicadores. In Lumina, v. 9, n, 1, p. 1-16, 2015. Disponível em: <https://goo.gl/3EQnc6>. Acesso em: 12 mai. 2018.

JAMISON, A. Fic – Por que a fanfiction está dominando o mundo. São Paulo: Rocco, 2017.

JENKINS, H. Lendo criticamente e lendo criativamente. In Matrizes, v.9, n.1, p. 11-24, 2012. Disponível em: < https://bit.ly/2I9TWnn>. Acesso em: 2 jan. 2018.

RECUERO, Raquel. Redes sociais na Internet. Porto Alegre: Sulina, 2009.

Observatório da Qualidade no Audiovisual

Comentar

Redes Sociais

Siga o #Observatório!