Observatório da Qualidade no Audiovisual

Qualidade no YouTube

Cada vídeo upado no YouTube está submetido às políticas do site, que avaliam se o conteúdo é adequado para ser veiculado ou não. No entanto, sabemos que não é humanamente possível fiscalizar as mais de 300 horas que são carregadas no YouTube por minuto e, como ressalta Fred McConnell em sua matéria especial de comemoração de 10 anos da plataforma para o The Guardian, nem todas elas valem ser assistidas ou, ainda, poderiam ser assistidas durante o período de uma vida inteira. 

Tendo em vista que a qualidade do conteúdo ainda não pode ser assegurada por mecanismos da própria plataforma, a responsabilidade dessa curadoria recai sobre os usuários. Em Cultura da Conexão, Jenkins, Green e Ford (2014) discutem a forma como é feita essa avaliação de forma individual, afirmando que “os visitantes avaliam esse conteúdo muitas vezes tentando descobrir quem está por trás da circulação deste e quais são seus objetivos, à medida que os visitantes decidem a quais vídeos querem assistir e quais propagar através de suas redes sociais” (JENKINS; GREEN; FORD, 2014, p. 161). Mas nem todos os usuários que consomem (ou produzem!) conteúdo no YouTube já chegaram nesse nível de competências críticas. 

O deslocamento da audiência infantil da TV para o YouTube é entendido por Tomaz (2017) como um fenômeno ligado, em boa parte, à proibição de publicidade dirigida ao público infantil, que tornou alguns programas integrantes da grade de programação televisiva comercialmente inviáveis. 

A consequência desse deslocamento pode ser observado no mapeamento realizado pela ESPM Media Lab, que revelou que, no Brasil, dos 100 canais mais visualizados no YouTube em 2016, 48 deles produziam conteúdo direcionado para crianças de 0 a 12 anos (CORREA, 2016). A pesquisa dividiu os 230 principais canais infantis em sete categorias: games (58), canais de youtubers mirins (61) e adolescentes (14), programação infantil como desenhos e novelas (35), desenhos e musicais infantis não disponíveis na TV (35), unboxing (26) e educativo (1).

Apoio

Parceiros