Observatório da Qualidade no Audiovisual

Química

A fanfiction Química foi publicada no site Spirit e possui oito capítulos, além de um epílogo. Os capítulos são construídos com uma média de mil e trezentas palavras. O enredo foi criado pela user hedadanvers e começou a ser postado no site em 5 de agosto de 2017, período no qual a novela Malhação – Viva a Diferença (2017-2018, Rede Globo) estava se iniciando. A narrativa desenvolve o relacionamento entre Limantha, casal que na novela da Rede Globo é interpretado pelas atrizes Manoela Aliperti (Lica) e Giovanna Grigio (Samantha). Química é a primeira fanfic escrita pela usuária a ser publicada no site Spirit.

A página inicial da fanfic possui diversas informações como sinopse, datas de início e atualização da história, número de visualizações e comentários, número de palavras, classificação etária, tags, entre outros dados. A página inicial também possui uma foto de Limantha, além da listagem dos capítulos de Química. A fanfic não é indicada para leitores menores de 16 anos. Os gêneros da trama incluem: femme slash (romance entre personagens femininas de ficção), romance e novela. A página também traz o aviso de que o tema da bissexualidade é abordado no enredo e que algumas das personagens não são de pertencimento da autora e que se trata de uma história sem fins lucrativos de fã para fã. Química está enquadrada na categoria Malhação e tem as tags: Lica, Limantha, Malhação Viva a Diferença e Samantha. A página inicial ainda mostra o número de “favoritos” que a história recebeu dos leitores, além de um resumo do perfil da user hedadanvers e os títulos das outras fanfics escritas por ela.

No perfil, podemos ver o nome da autora, Heda Danvers, que é o mesmo nome de usuária do site Spirit, hedadanvers. A imagem de capa do perfil é uma cena de Malhação – Viva a Diferença em que Lica e Samantha estão se beijando. Além disso, o avatar da autora no site é uma foto da atriz Manoela Aliperti, que interpreta Lica na novela, mostrando que ela é uma grande fã da trama. Os campos sexo, localização e aniversário estão colocados como “indisponíveis”. O cadastro de hedadanvers no site foi realizado em 4 de agosto de 2017, um dia antes da fanfic Química começar a ser postada. A autora escreveu outras três fanfics, todas com Malhação – Viva a Diferença como tema e abordando os gêneros femme slash, LGBT, romance e novela. Assim como em Química, a user hedadanvers escreve sobre o relacionamento de Limantha nas fanfics Por Onde For e Paris. Já em Amores Cotidianos, o arco narrativo gira em torno da relação entre Ellen (interpretada pela atriz Heslaine Vieira) e Lica, que formam o casal Élica. A página da autora possui 47 seguidores até o momento da publicação desta análise.

A fanfic possui uma capa geral que está presente da página inicial do site. Trata-se de uma captura de tela de um celular com uma postagem de Twitter. A publicação é do perfil @momentsbrasil, uma página de entretenimento que reposta e comenta conteúdos de outros perfis da mesma rede social. Na foto, vemos uma imagem das atrizes que representam Lica e Samantha abraçadas, sorrindo uma para outra. Abaixo da foto, são mencionados os nomes das atrizes, Grigio (Giovanna Grigio) e Manoela Aliperti. Na parte de cima da imagem, há elementos que identificam que se trata de uma captura de celular como o horário, nível de bateria e um alerta de mensagem de WhatsApp. Vemos ainda, logo acima da foto de Limantha, o endereço do perfil no Twitter do @momentsbrasil. Na parte de baixo, podemos ver os números de comentários, compartilhamentos e curtidas da publicação. Bastante ativa no Twitter, a user hedadanvers fixou no seu perfil (@SapaKru) o link que direciona seus seguidores para a fanfic Química no site Spirit em 19 de dezembro de 2017. Na descrição de seu perfil na rede social, hedadanvers diz ser “shipper (ato de manifestação a favor da união de duas pessoas ou personagens) de sapatão em tempo integral, escritora de fanfic nas horas vagas”. A foto de capa de seu Twitter é uma cena de beijo de Limantha em Malhação – Viva a Diferença e seu avatar é uma foto da atriz Scarlett Johansson, que interpreta a Viúva Negra nos filmes dos Vingadores.

O primeiro capítulo da história é acompanhado de uma foto das atrizes Giovanna Grigio e Manoela Aliperti juntas e sorrindo para a câmera, muito parecida com a imagem de capa geral de Química.

De acordo com as métricas do site Spirit, Química possui um pouco mais de 26 mil visualizações, foi favoritada por 278 usuários e integra 65 listas de leituras no site. A história tem um total de 46 comentários e é constituída de aproximadamente 12 mil palavras. Na página inicial, a sinopse da fanfic nos revela detalhes do enredo que será desenvolvido: “Parecia um dia comum, Lica acordou e se arrumou para escola. O que estava diferente eram seus pensamentos. Desde a festa no galpão ela não conseguia parar de pensar no beijo com Samantha”. Assim, a autora hedadanvers nos revela que abordará a relação de Limantha a partir do contato que elas tiveram na festa realizada no galpão, local de encontro entre Lica e suas amigas. O título da fanfic nos dá pistas sobre o arco narrativo principal que será desenvolvido na escrita de Química, pois é justamente através de uma apresentação de trabalho na matéria de química do colégio que as duas garotas irão se aproximar.

As fanfics produzidas e compartilhadas nas redes são um desdobramento dos zines que surgiram antes mesmo da internet, a partir do sucesso de grandes franquias midiáticas como Sherlock Holmes e Guerra nas Estrelas, por exemplo (JAMISON, 2017).

Segundo o autor Henry Jenkins (2012) os fãs que escrevem fanfics exercem duas habilidades que se complementam: a leitura crítica e a leitura criativa. Sendo a leitura crítica a habilidade de analisar com um olhar apurado as peças que constituem alguma determinada narrativa e realizar conexões e produções de sentido através dessa observação. É no contato através das redes na internet que os fãs compartilham essas “peças do quebra-cabeças” e dão significado às histórias, um significado que é formado e acessado por diversas pessoas pois ele está espalhado por todos os lados (LÉVY, 2007). A partir dessas peças compartilhadas pelos fãs de uma narrativa, algumas pessoas possuem ou adquirem a habilidade de se apoderar daquela história e das suas características para produzirem suas próprias versões daquele universo. Essas obras podem tanto fazer uma menção direta ao conteúdo original, ou cânone, como também serem ambientadas em um universo paralelo.

Fãs autores e críticos desenvolveram seu próprio vocabulário para falar dessas obras, sendo que muitos dos termos refletem gêneros orientados aos fãs ou descrevendo complexos conjuntos de negociações entre textos de fãs e as fontes originais. Alguns desses termos refletem o desejo dos fãs em respeitar o trabalho original, como a distinção entre histórias que são in ou out of character.  (JENKINS, 2012, p.14)

Através das fanfictions, as pessoas desenvolvem essas duas habilidades de leitura e assim contribuem para que o conjunto de significados em torno de uma determinada narrativa se fortaleça e também cresça por meio dessas produções, que são feitas de fã para fã. Assim, podemos compreender essas histórias produzidas por leitores de forma criativa como tijolos que vão sendo colocados em uma estrutura que está em construção permanente.

É entendendo a dinâmica das redes entre os membros da comunidade que podemos examinar melhor a dimensão sociocultural e simbólica da experiência de consumo dos que participam ativamente em seus fandoms e da prática daqueles que produzem fics, entre outros tipos de criações.  (SOUZA et al., 2017, p.61)

Para compreendermos a construção de uma fanfiction, devemos nos atentar para os motivos que levam um fã a fechar o livro ou desligar a televisão e criar suas próprias narrativas. Jenkins (2012) aponta cinco fatores que levam os fãs a contribuírem criativamente para um universo narrativo de seu interesse. Essas motivações são frutos de elementos que esses fãs sentem falta no enredo ou que eles gostariam que fossem apresentadas em algum momento da história. Em Química, podemos destacar dois desses fatores como motivadores da história. As contradições são elementos que sugerem possibilidades alternativas para os personagens de uma narrativa. O primeiro beijo de Limantha acontece em uma festa no galpão. Posteriormente, a aproximação entre Lica e Samantha na fanfic se dá através de um trabalho que elas fazem juntas na aula de Química, e a partir daí, a autora explora de maneira intensa como as duas garotas lidam com essa relação em seu início. Muitas fanfics têm como base o casal Limantha, e criam assim diversas versões possíveis para explicar o relacionamento entre as duas e cada uma revela pontos de vista diferentes de autor para autor.

Os potenciais são construções que expandem os limites da narrativa original. Tratam-se de elementos que os autores gostariam de presenciar após o termino de uma história. Química possui um epílogo que aborda a vida de Limantha algum tempo após o fim da fanfic. Na versão da autora, Lica e Samantha estão na faculdade e moram juntas em um apartamento em Nova York. Química se encerra após Lica e Samantha darem uma entrevista para um documentário de um estudante, no qual elas contam a trajetória de sua relação, com as diversas idas e vindas no namoro entre as duas.

Dimensões da competência midiática

  • Linguagem:

De acordo com o conceito proposto por Ferrés e Pisctelli (2015), a dimensão da Linguagem envolve a habilidade para construir mensagens através de sistemas de significação que combinem com a situação comunicativa. Em Química a narrativa é intensamente desenvolvida ao redor da relação de Limantha e os personagens periféricos participam da história de maneira pontual. Dessa forma, a dinâmica da narrativa vem da escolha da autora por contar os relatos em terceira pessoa e optar por intervalos de tempo nos capítulos, evitando assim períodos muito extensos. No trecho abaixo vemos um exemplo no qual Lica e Samantha estão na aula de Química conversando sobre seu trabalho, no qual elas decidem criar um perfume. No dia seguinte, Samantha envia uma mensagem para o celular de Lica.

Uma característica bastante comum em telenovelas são os ganchos, que servem como suspensão da ação dramática, gerando expectativa sobre os acontecimentos que se seguirão na narrativa. A autora transporta esse elemento para sua escrita em Química como um recurso eficiente de linguagem no intuito de manter o interesse dos leitores pela história. Em determinado momento, Lica, que está em um relacionamento aberto com MB, decide deixar o namorado para ficar com Samantha. O garoto questionou Samantha, dizendo que ela não leva relações à sério. Confusa, Samantha não sabe como reagir e beija MB na presença de Lica. No final do capítulo 6, o garoto dize que quer conversar com Samantha e ela não aceita. MB diz que se trata de Lica e o texto termina, com o diálogo continuando no capítulo seguinte.

No epílogo de Química, Lica e Samantha estão fazendo faculdade em Nova York e são entrevistadas por um aluno que está produzindo um documentário. Na conversa, elas explicam detalhes de como se conheceram e como seu relacionamento se desenvolveu. Essa entrevista foi um recurso de linguagem bastante interessante e eficiente que a autora encontrou para contar ao leitor o que ocorreu entre o último capítulo e o epílogo de Química:

  • Ideologia e Valores:

A dimensão de Ideologia e Valores (FERRÉS e PISCITELLI, 2015) se refere ao comprometimento com a atitude cidadã em relação às mensagens midiáticas e ao combate à intolerância e o preconceito no intuito de gerar debates na sociedade. Em Química, a autora aborda as questões do machismo e da homofobia em alguns pontos da narrativa. Logo no primeiro capítulo, Clara está mostrando para alguns alunos um vídeo no qual Lica beija diversas pessoas na festa do galpão e chama a garota de “galinha” quando esta chega no colégio. Lica então questiona Clara, já que MB fez o mesmo que Lica e não recebeu o mesmo tratamento por isso.

Edgar chega na casa de Lica e a mãe, Marta, avisa que ela estava dormindo já que havia ficado acordada até tarde fazendo trabalho com uma amiga. Quando Edgar descobre que essa amiga é Samantha, ele sobe furioso para o quarto e encontra as garotas dormindo abraçadas e começa a gritar com Marta, falando do vídeo da festa na qual as garotas se beijaram. Marta manda Edgar ir embora e dá uma bronca em Lica por não ter avisado sobre seu caso com a garota. Ela diz que não se importa que Lica namore homem ou mulher, mas que a filha deveria avisá-la sobre o que ocorre em sua vida.

  • Estética:

A dimensão da Estética se refere à capacidade de criação de mensagens que contribuam para a promoção da criatividade, originalidade e sensibilidade (FERRÉS e PISCITELLI, 2015). No capítulo 4, após se sentir envergonhada com a atitude de Edgar e sua mãe repreendê-la, Lica decide sair de casa. Samantha fala que existe um local onde elas podem passar algumas horas juntas. O destino é o Mirante da 9 de Julho, em São Paulo, que havia ficado fechado durante algum tempo mas que ela achava um bom lugar para ficar e esquecer dos problemas. Lica diz que é um ambiente propício para desenhar e retira da bolsa seu caderno e começa a fazer sua arte enquanto Samantha fica escutando música no fone e mexendo em seus cabelos. A música que Samantha escuta, colocando depois o fone para que Lica ouça junto é “My Cherie Amour”, de Stevie Wonder. A autora utiliza um espaço físico real como cenário para a narrativa deste capítulo, além de citar uma música para explorar o sentimento de Samantha com relação à Lica. No início do capítulo ela colocou uma foto das escadas do Mirante da 9 de Julho. Esses elementos contribuem para enriquecer esteticamente a narrativa e fazem com que os leitores se sintam imersos na história.

Por Matheus Soares

Observatório da Qualidade no Audiovisual

Comentar

Redes Sociais

Siga o #Observatório!