Observatório da Qualidade no Audiovisual

SporTV (Campeonato Brasileiro Série A)

No segundo final de semana de setembro, ocorreu a realização da última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro de futebol da série A. Como fechamento do primeiro ciclo de rodadas do campeonato e a atribuição do título simbólico de campeão do primeiro turno (“conquistado” pelo Flamengo), a 18ª rodada movimentou o público que acompanha e torce pelos times envolvidos na competição.

Os jogos do Campeonato Brasileiro que ocorrem nos finais de semana têm tido suas transmissões divididas entre alguns canais de TV fechada e aberta. No caso da TV aberta, a Rede Globo, tradicional emissora que exibe o campeonato, transmite uma partida aos domingos (o jogo exibido varia de região para região do Brasil). No caso das emissoras de TV fechada, o SporTV (pertencente ao grupo Globo) transmite a maioria das partidas por meio de seu pacote pay-per-view, e o Esporte Interativo, com a sua plataforma de streaming e a retransmissão feita pelos canais Space e TNT, transmite algumas partidas mais específicas que envolvem uma minoria de clubes que fecharam novos contratos de transmissão televisiva.

Para monitorar algumas das práticas de Social TV ligadas à assistência televisiva de conteúdos futebolísticos, nos propusemos a observar a conversação em rede via Twitter com a utilização de hashtags propostas pelas emissoras que transmitem futebol no Brasil.

Com o objetivo de observar de maneira exploratória algumas dessas práticas de conversação ligadas ao Campeonato Brasileiro da série A, monitoramos o uso da hashtag #PremierePlay no referido final de semana (dias 14 e 15 de setembro de 2019). A indexação escolhida é a hashtag “oficial” do Premiere Play, serviço de pay-per-view do SporTV que transmitiu a maioria das partidas da rodada.

Vale ressaltar que o Twitter, com base nos assuntos que se mostram tendência, costuma gerar espaços específicos de repercussão de diversos eventos esportivos, incluindo algumas das partidas de futebol que ocorreram na rodada observada. Esses espaços costumam conter notícias, resumos e as próprias publicações que se referem à partida, reunindo um grande volume de informações ao redor do jogo.

No entanto, para o presente levantamento de caráter exploratório e com o objetivo de observar as publicações que utilizam os espaços propostos pelas emissoras que transmitem os jogos, optamos por verificar as publicações que fixaram o debate com a hashtag indicada, ainda que milhares de outras publicações tenham se referido também ao jogo sem utiliza-la.

 

Para tal movimento, a ideia foi classificar as publicações com a #PremierePlay em 4 principais tipos: 1) aquelas feitas pelo perfil oficial da emissora, 2) aquelas que se referiam aos jogos em si (comentários sobre o desempenho das equipes e aspectos esportivos); 3) aquelas que se referiam às transmissões (comentando fatores que dizem respeito à condução da transmissão feita pelos jornalistas e pela emissora); 4) as que, de alguma forma, se referiram ao jogo e à transmissão ao mesmo tempo (como nos casos nos quais, com base no comentários de algum jornalista sobre o jogo, o público articula as ideias veiculadas com as suas ideias do jogo).

De primeira já ficou claro que no levantamento da referida hashtag a grande maioria das publicações feitas eram do perfil do próprio SporTV, destacando lances e acontecimentos exibidos e gerando uma conversação “oficial” sobre o jogo e a transmissão. No final de semana de observação, foram ao todo 93 publicações do perfil oficial da emissora que transmitiu os jogos a partir do seu pacote de pay-per-view.

Dentre as publicações feitas por espectadores dos jogos exibidos utilizando a hashtag, contabilizamos 16 comentários sobre o jogo em si, que se detiveram a falar sobre o desempenho dos times, ou da atmosfera de nervosismo envolvendo a expectativa pelo resultado decorrente de cada torcida.

No que diz respeito aos comentários sobre a transmissão, observamos apenas 5 publicações, que não se preocuparam em falar sobre o jogo, mas sim foram críticas ao discurso dos jornalistas e da emissora. Uma publicação abrangeu as duas instâncias, partindo de comentários dos jornalistas para também repercutir questões esportivas que se desenrolaram no jogo.

Como primeiro de uma série de levantamentos dessas práticas de Social TV relacionadas a transmissões televisivas de futebol, compreendemos que a baixa repercussão numa hashtag oficial, como aqui foi trazido no caso do SporTV, diz respeito a uma estratégia discursiva da própria emissora. Em comparação a outros canais que também serão observados, o SporTV não faz um intenso convite à conversação sobre as partidas transmitidas pelo canal, não propondo, durante as transmissões, a participação do público pela #PremierePlay, somente veiculando a hashtag nos perfis oficiais da emissora no próprio Twitter.

Ainda que a conversação sobre as partidas exibidas pelo canal seja bem mais ampla em espaços para além da #PremierePlay, entendemos que a utilização da mesma como indexação de comentários já é um importante apontamento de como o público se apropria desses espaços oficiais de debate propostos pelas emissoras, demonstrando que, quando esse não é um hábito reforçado pelas emissoras, a conversação ocorrerá sem uma indexação bem definida.

Observatório da Qualidade no Audiovisual

Comentar

Redes Sociais

Siga o #Observatório!