Os conteúdos inéditos de The Walking Dead no Twitter

Norteada por arcos narrativos complexos, a série The Walking Dead usa a segunda tela para ampliar o seu universo ficcional e, consequentemente, estimular o appointment television. As ações de social TV adotadas pelo canal estadunidense AMC oferecem ao telespectador interagente uma nova experiência televisiva.

Captura de tela 2016-11-03 18.26.20

Assim como grande parte dos perfis dedicados as narrativas ficcionais seriadas, o @WalkingDead_AMC compartilha os comentários publicados pelo público no Twitter durante a exibição dos episódios de The Walking Dead. Os retweets abrangem desde elogios a trama até releituras (memes, montagens, vídeos , etc.) do universo ficcional.

Captura de tela 2016-11-03 18.22.08

A medida que as cenas vão ao ar o perfil da série no microblogging destaca alguns falas e sequências do episódio. As imagens ressaltam momentos importantes dos plots e ajudam na compreensão dos desdobramentos da história.

 Captura de tela 2016-11-03 18.25.53

Para estimular os comentários no Twitter, a AMC lança semanalmente hashflags inéditas de The Walking Dead. Ao tuítar a indexação oficial do programa, a #TWD, telespectador interagente desbloqueia um emoji especial que faz alusão ao arco narrativo central da trama que está no ar. O perfil da atração na rede social também disponibiliza, em primeira mão, vídeos promocionais dos próximos episódios que serão exibidos.

images

Porém, o grande diferencial da estratégia de segunda tela de The Walking Dead é o aplicativo Story Sync. A plataforma, exclusiva para dispositivos móveis, amplia os arcos narrativos que estão sendo exibidos na TV. Através do aplicativo é possível assistir cenas extras, vídeos promocionais, participar de enquetes e até acessar a HQ que inspirou a série.

Por Daiana Sigiliano

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>