Parafernalha

 ParafernalhaParafernalha é um canal de humor do YouTube, criado em 13 de maio de 2011. Com o compromisso de apresentar vídeos às quartas e sábados, o elenco produz esquetes de ficção com duração média de quatro minutos. As emissões são gravadas pela produtora Paramaker Network, fundada em 2010, e focada em produção para a internet.

O canal aborda assuntos variados, como amizade, relacionamento e trabalho. Alguns desses são problematizados e outros têm a única intenção de causar riso no público. Por ter essa temática diversificada, o Parafernalha possui 17 playlists, algumas feitas pelo próprio elenco. Além disso, é vinculado a outros canais de sucesso do YouTube, como o 5incominutos, Felipe Neto e Gustavo Mendes. O canal também apresenta outros meios de interação, principalmente o Facebook, para o qual fazem vídeos ao vivo e especiais.

No Plano da Expressão, pode-se perceber a preocupação estética do canal, pois cenários e figurinos são verossimilhantes, a iluminação e áudio são profissionais, além do roteiro seguir uma narrativa linear e os diálogos serem bem construídos, dando sentido ao enredo desenvolvido. O Parafernalha também expandiu seus horizontes audiovisuais ao produzir vídeos com cenas externas; dentre os nove analisados, um deles foi gravado todo em um bar, e os outros alternam ambientes fechados, estúdio e externas, o que confere ao canal certa inovação estética se comparado a outros do YouTube que se atêm a estúdios.

Outra característica do canal é o fato de ele explorar grafismos em seus vídeos, seja para o nome da emissão ou para introduzir pequenas cenas, como acontece em Atendentes de Telemarketing, postado no dia 5 de setembro de 2015, e Fases de um Relacionamento, publicado em 19 de setembro do mesmo ano. Além disso, o canal também produz uma série especial, chamada Ponto de Vista, inspirada em uma imagem viral da internet, que expõe diferentes pontos de vista a respeito de um mesmo assunto; os enfoques mais comuns são o de quem vivencia determinada situação, da mãe desse indivíduo, dos amigos dele e como a situação realmente é, o que já determina ao canal um diálogo com outra plataforma senão o YouTube.

A linguagem do canal é descontraída e informal, incluindo o uso de gírias e palavrões, o que somado à escolha de temas cotidianos, causa identificação e aproximação com o público.

No que diz respeito ao Plano do Conteúdo, o indicador de qualidade ampliação do horizonte do público obteve nota boa em dois dos nove vídeos de setembro de 2015: na emissão Ele, do dia 9 de setembro, devido à discussão sobre a dependência que as pessoas têm desenvolvido por seus celulares e como isso afeta os relacionamentos reais; e também no vídeo Filho Superstar, publicado em 23 de setembro, que faz uma crítica à sexualização precoce de crianças, com consentimento e apoio dos pais, e como isso tem se tornado parte da cultura brasileira, principalmente quando se envolve a fama infantil – a crítica é direcionada e inspirada claramente no caso da Mc Melody. As outras sete emissões receberam notas fracas, pois seus enredos não despertam nenhum tipo de discussão acerca dos assuntos que abordaram.

No indicador oportunidade, novamente os vídeos Ele e Filho Superstar se destacaram, devido à escolha dos temas sobre os quais trataram e sua abordagem. Receberam notas razoáveis os vídeos Até amanhã, do dia 2 de setembro de 2015, que trata sobre a dificuldade de um homossexual em assumir sua sexualidade e a paixão por um amigo, e o vídeo Vendedor de Amendoim, que mostra o preconceito com vendedores ambulantes. Esses dois, apesar da escolha, tiveram os temas pouco explorados ou um conflito secundário que atrapalhou que eles ficassem explícitos, além da abordagem estereotipada, o que impediu que fossem melhor classificados. Os demais vídeos foram considerados fracos na questão de escolha dos temas, pois esses não são relevantes para o público.

A diversidade de sujeitos representados nos vídeos é bem restrita, por isso, fraca em todos os episódios. Há personagens de ambos os gêneros, mas a maioria tem aproximadamente a mesma idade, pele clara, cabelos castanhos e são de classe média ou média-alta. A única variação acontece com um casal de idosos no vídeo Segredo dos Pais e em Vendedor de amendoim, no qual a personagem que dá nome ao vídeo foi caracterizada para se parecer com um nordestino.

Por fim, a desconstrução de estereótipos também deixou a desejar, sendo consideradas fracas sete das nove emissões, principalmente nos vídeos que tratam de relacionamento, como o Fases de um Relacionamento, publicado em 19 de setembro de 2015, e Quando a ex pede para conversar, do dia 26 de setembro de 2015, nos quais vários clichês são reforçados, além de abordagens machistas e homofóbicas.

No gráfico abaixo, as notas de cada um dos vídeos nos indicadores de qualidade do plano do conteúdo:

para1No plano da Mensagem Audiovisual, o indicador clareza da proposta obteve nota boa em todas as emissões, pois o canal é claro e objetivo na intenção de fazer humor. Alguns vídeos como o Até Amanhã e Ele não deixam sua proposta muito clara no nome ou no início do vídeo, mas sim no decorrer dele e com o complemento da descrição do YouTube.

O indicador originalidade/criatividade foi bastante inconstante, mas o formato de esquetes do canal não é inovador no âmbito do YouTube e faz lembrar, por exemplo, o canal Porta dos Fundos, no que tange à construção estética das cenas e proposta geral do canal. No entanto, no caso da série Ponto de Vista, que consta em demostrar vários pontos de vista sobre um mesmo assunto, em alusão a uma imagem viral das redes sociais (meme), é explícita a vontade do Parafernalha em fazer algo novo no humor, unindo meme e vídeo.

No que diz respeito à solicitação de participação ativa do público, todas as nove emissões foram consideradas fracas, pois não há interação direta, nem indireta, com o público, e mesmo o apelo para que os espectadores se inscrevam no canal aparece apenas nos créditos, por escrito.

O diálogo com/entre outras plataformas obteve classificações variadas, sendo a maior nota para os vídeos Ele, que além de ser inspirado no filme Her, são citadas várias redes sociais, empresas de tecnologia e as cenas acontecem em locais reais, como parques e restaurantes, e o vídeo Segredo dos Pais, em que são citados a festa tradicional de Santa Gervásia, os times cariocas Flamengo e Vasco, e o Japão, fatos e características que conferem maior verossimilhança às narrativas. Os vídeos Vendedor de Amendoim, Fases de um relacionamento e Filho Superstar foram considerados razoáveis nesse quesito: o Vendedor de Amendoim, por ter sido gravado em um bar na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro; o Filho Superstar, com menção implícita à Mc Melody e ao Faustão; e o Fases de um relacionamento, com cenas externas em locais reais. Os outros quatro vídeos analisados foram considerados fracos por não terem demonstrado conexões que os tornassem factíveis.

Abaixo, o gráfico com as notas de cada emissão nos indicadores de qualidade da mensagem audiovisual:

para2Com base nas características analisadas, é possível concluir que o canal Parafernalha, apesar de apresentar características de qualidade em algumas das emissões analisadas, tem um formato “reciclado” de outros humorísticos, e os temas escolhidos estimulam pouco a formação de novos conceitos, ideias ou pontos de vista.  Os assuntos abordados na maioria dos vídeos são escolhidos com a intenção de causar riso quando tratado de forma irônica ou ridícula.

Ademais, o canal tem pouca interação direta com os inscritos e indiretamente apenas por meio da linguagem escrita nos créditos e informações dos vídeos. A maioria das personagens é estereotipada, às vezes grotesca, e acaba por contribuir para a afirmação de clichês, com intenção mínima de desconstruí-lo, tendo com única exceção nesse quesito o vídeo Ele, publicado em 9 de setembro de 2015.

Por Lilian Delfino

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>