Relação dos jovens com as mídias é tema de simpósio na Facom

A Faculdade de Comunicação Social da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), por meio do Programa de Pós-graduação (PPGCom), está promovendo o I Simpósio Internacional de Literacia Midiática. O objetivo é difundir o conhecimento acerca de literacia midiática, um conceito há pouco introduzido no país, mas amplamente difundido internacionalmente, que trata de estudar o nível de compreensão das pessoas acerca das mídias. Um dos focos do Simpósio é dar início ao projeto “Competências midiáticas em cenários brasileiros e euroamericanos”, desenvolvido por meio de parceria da UFJF com a Universidade de Huelva, na Espanha, e demais instituições federais brasileiras.

A rede de pesquisa Alfamed é um dos impulsionadores da maior integração internacional neste campo, como foi evidenciado na palestra de abertura ministrada por Jose Ignacio Aguaded, da Universidade de Huelva. Um dos idealizadores da rede, que integra pesquisadores da área de alfabetização midiática, o espanhol discorreu sobre a importância do desenvolvimento de competências midiáticas na sociedade globalizada.

Especializado em formação de professores em mídias e novas tecnologias aplicadas à educação, Aguaded é um dos responsáveis pela expansão da Alfamed por 12 países ibero-americanos: Brasil, Espanha, Argentina, Chile, Bolívia, Venezuela, Equador, Colômbia, México, Cuba, Portugal e Itália. Ele explica que, atualmente, vivemos em uma espécie de rede interativa que abarca todas as áreas da nossa vida, como lazer, trabalho e família, por exemplo. Tendo isso em mente, é necessária uma reflexão, e até mesmo uma alfabetização, sobre os meios que utilizamos.

O pesquisador recorda que a proposta da rede surgiu de uma pesquisa realizada na Espanha. “Agora, nosso objetivo é criar um grupo de pesquisa internacional, capaz de estabelecer um trabalho de forma unida, sobre como as crianças e jovens estão utilizando, interagindo, com os meios de comunicação em diferentes países. Dessa forma, podemos oferecer propostas de intervenção efetivas.”

“Nós pensamos que é muito melhor estabelecer uma estratégia conjunta, junto a vários países”, justifica Aguaded. “Dessa maneira, podemos nos ajudar, elaborando publicações em conjunto e até mesmo visitas a outros países, de forma que essa rede seja uma resposta do mundo ibero-americano a uma rede anglo-saxônica e ou outros países, por exemplo.” O projeto de pesquisa “Observatório da Qualidade no Audiovisual”, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), está integrado às atividades da rede e se volta para a formação de uma rede interdisciplinar de pesquisa.

A organizadora do evento e professora da UFJF, Gabriela Borges, ressaltou a relevância de uma discussão a respeito de integrar as pesquisas deste campo. “É um prazer receber uma pessoa reconhecida internacionalmente na área de comunicação e educação” diz, referindo-se a Aguaded. “Ele realiza um trabalho belíssimo no Sul da Espanha com o grupo Comunicar, com o qual tive contato em um congresso em 2008. Acho muito interessante a proposta de relacionar a pesquisa e a extensão porque, no fundo, é esse o papel da universidade.”

“É para isso que estamos aqui: estamos tentando produzir conhecimento, refletir sobre questões, e precisamos devolver isso de alguma forma para a comunidade”, reflete Gabriela. “O projeto da rede é muito rico nesse sentido. Agora temos uma ótima oportunidade para participar desse movimento.”

Aguaded também relatou a importância de um país como o Brasil neste processo. “É um país muito grande, e às vezes as universidades não dialogam completamente. A rede apresenta a possibilidade de localizar projetos concretos em universidades, estabelecendo esse contato nacional e internacionalmente”, afirma. Ele aponta ainda que as instituições incorporadas ao projeto, como a UFJF, têm realizado congressos e demais eventos sobre essa temática, procurando trabalhar conjuntamente.

O pesquisador também será responsável por um minicurso do evento, intitulado “Comunicação e Educação Audiovisual”, que ocorrerá nesta quarta-feira, dia 10. Toda a programação está disponível online.

Outras informações: (32) 2102-3603 (PPGCom-UFJF)

Fonte: http://www.ufjf.br/secom/2014/09/09/relacao-dos-jovens-com-as-midias-e-tema-de-simposio-na-facom/

Publicada em 9 de setembro de 2014 pela Secretaria de Comunicação (SECOM) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>