Arquivo da tag: segundo simpósio

Ivana Bentes | II Simpósio de Literacia Midiática

A professora da UFRJ Ivana Bentes foi uma das convidadas para compor a mesa do Segundo Simpósio de Literacia Midiática. Ela ressaltou a importância de estar atento para compreender, analisar e ler mídia, nesse sentido coloca a literacia midiática como o caminho para qualificar a produção audiovisual nos dias atuais, defendendo uma educação pela mídia e para a mídia.

Falou também sobre o papel fundamental da mídia para difundir conteúdos e contou sobre a experiência do Laboratório Cultura Viva.

Vinícius Souza – Jornalistas Livres | II Simpósio de Literacia Midiática

Vinicius Souza é integrante do coletivo Jornalistas Livres e foi um dos convidados a participar do Segundo Simpósio de Literacia Midiaica. Em sua entrevista comenta sobre o papel dos Jornalistas Livres e como se dá seu processo de produção da informação para cumprir seu papel, e como busca sempre deixa-la mais plural.

Vinicius também ressalta o poder do audiovisual no que ele chama de “era da pós-história”.

Lalo Leal do Ver TV | II Simpósio de Literacia Midiática

Laurindo Leal, mais conhecido como Lalo Leal, é jornalista e apresentador de TV, apresenta o programa VerTV, que comemorou 10 anos. Compôs a mesa do Simpósio de Literacia Midiática, onde discutiu a importância da discussão sobre a televisão e sua produção.

Em sua entrevista comentou sobre a diferença da produção televisiva brasileira nesses 10 anos de programa, colocando em questão a readaptação da TV com o surgimento das novas mídias.

Ana Pessoa da Mídia Ninja | II Simpósio de Literacia Midiática

Ana Pessoa é integrante do coletivo Mídia Ninja e foi uma das convidadas para compor a mesa do Segundo Simpósio de Literacia Midiática. Em sua entrevista fala sobre o “estado permanente de documentário”, isso gera o equilíbrio do tempo das redes e o tempo do cinema e faz com que conteúdo seja produzido em tempo real.

Além disso, fala um pouco sobre o papel da mídia alternativa, principalmente na atual conjuntura do país e comenta sobre como as ruas e as redes se complementam no fazer ativismo.